quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Colcheia...


Foi quando ficamos mais tempo em silêncio e continuamos a conversar, felizes, aquele conforto todo para a alma sem necessidade de palavra, que eu entendi com mais nitidez a beleza do que existia entre nós.


Nenhum comentário:

Postar um comentário