sexta-feira, 22 de julho de 2011

Ler é somar conhecimento, enobrece a alma...

"Sempre imaginei que o paraíso fosse uma espécie de livraria..." disse Jorge Luis Borges. Atualmente, são cada vez menos os que se perdem nas prateleiras do Eliseu, ganhando torcicolos à medida que vão lendo as lombadas. Em vias de extinção encontra-se a amena cavaqueira com o livreiro, sobre obras lidas, para ler, aconselhadas ou vivamente recomendadas, futuras, passadas e presentes.Desfrutar o momento ao passar das horas, no ambiente quente das madeiras recheadas de saberes e de prazer, com a chuva a bater nas montras ou o sol a abraçar as estantes..

Nenhum comentário:

Postar um comentário